Homenagens ao dep Bernardo Carli marcaram retorno das atividades de Plenário

 No retorno do recesso parlamentar nesta quarta-feira (1º) a Assembleia Legislativa do Paraná prestou homenagens ao deputado Bernardo Ribas Carli (PSDB), que faleceu no dia 22 de julho em razão de um acidente aéreo. O presidente Ademar Traiano

(PSDB), ao abrir a sessão plenária especial, que contou com a presença dos pais do homenageado, Luiz Fernando Ribas Carli e Ana Rita Guimarães Carli, e do 1º secretário, deputado Plauto Miró (DEM), também tio do parlamentar falecido, ressaltou o

brilhante trabalho de Bernardo em defesa de Guarapuava e da região durante os dois mandatos que exerceu como deputado estadual, destacando que o jovem político deixará saudades.

Emocionado, o chefe do Poder Legislativo ressaltou ainda o perfil alegre e conciliador de Bernardo, que embora jovem, sempre mostrava muita responsabilidade com o trato da coisa pública. “Sabia dialogar com todos, sem discriminar partido ou ideologia,

sabia ouvir com respeito pensamentos diferentes ou contrários aos seus e não demorou a compreender que evitar conflitos políticos é o caminho mais rápido para melhorar a vida das pessoas”, afirmou Traiano.

Para Traiano, dentre as importantes ações do deputado, a saúde foi uma delas, com a construção do Hospital Regional de Guarapuava e criação do curso de Medicina na Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), bem como da conciliação das

forças política locais. “A construção do Hospital Regional de Guarapuava foi uma de suas principais lutas desde que entrou na política. Promoveu audiências públicas, defendeu a necessidade da obra, provocou reuniões com o governo e acompanhou cada

passo da construção, acreditando ser a realização de um grande sonho de Guarapuava e região”.

O presidente, juntamente com os demais 53 deputados, apresentou ainda um projeto de lei denominando o Hospital Regional de Guarapuava de “Deputado Bernardo Guimarães Ribas Carli”, assim como um espaço no hall de entrada da Presidência da

Assembleia, no segundo andar do prédio da Administração. “Bernardo cumpriu sua missão, que infelizmente foi breve. Quem dera, todos nós aqui, ao deixarmos esse mundo, possamos receber tantas manifestações de carinho como ele”, arrematou Traiano.

Manifestações – Em seguida, diversos parlamentares prestaram suas homenagens ao deputado e condolências aos seus familiares, que será sempre lembrado pela sua trajetória no Legislativo, no dia a dia dos amigos e colegas dentro da Assembleia,

principalmente pelo seu trabalho pelos paranaenses.

Pedro Lupion (DEM) – “O Bernardo sonhador, o Bernardo idealizador, corajoso, mas principalmente o Bernardo humano, parceiro, companheiro e amigo de todos. Seu nome fica gravado como um grande realizador, um grande legislador e um deputado

competentíssimo, além de um amigo, um irmão, um filho e um parceiro e companheiro de todos nós. E deixa saudades a todos nós, que estamos aqui de coração partido”.

Nelson Justus (DEM) – “Sabemos o que representa o Bernardo para nós nesta Casa. Com a vida que o Bernardo levou, o número de amigos aumentou muito. Que não esqueçamos jamais de um menino que passou por aqui e só fez amigos e que nós,

mais novos ou mais velhos, possamos seguir o seu exemplo”.

Marcio Nunes (PSD) – “Um homem digno, sério, honesto, capaz, comprometido. Tanto é que num domingo, cumprindo o seu trabalho num final de semana, aconteceu o inusitado. O Bernardo fez um bom trabalho aqui na Assembleia Legislativa. O homem

público responsável e sério que o Paraná gostou de ter”.

Nereu Moura (MDB) – “O deputado Bernardo Carli escreveu uma história bonita, digna e que representou o povo do Paraná. Nós da Oposição, em trincheiras diferentes, tivemos sempre uma relação cordial e amistosa. Manifestamos o nosso sentimento

pela partida prematura deste deputado”.

Artagão Junior (PSB) – “Só vale a pena continuar para fazer diferente e fazer a diferença. O Bernardo fez diferente e fez a diferença”.

Guto Silva (PSD) – “Eu queria falar mais, queria abraçar o Bernardo. Todos nós temos boas histórias com ele. E ele sempre dizia que a gente faz o que gosta. Ele vai deixar saudade, como amigo, como homem e companheiro. Fica a saudade de uma linda

trajetória”.

Luiz Claudio Romanelli (PSB) – “Lutou muito pelo curso de Medicina na Unicentro. O que vivemos com o Bernardo neste Plenário foi o comportamento de um jovem idealista, leal, de uma só palavra. E tratava todos com absoluta generosidade. Fica a

imensa saudade”.

Schiavinato (PP) – “Ele cumpriu a sua missão em todos os sentidos, sendo um bom filho, um bom amigo, um bom deputado e acima de tudo, olhando pela sua gente, defendendo projetos e fazendo ações no presente que vão cuidar de muitos no futuro. Ele

teve oportunidade e fez”.

Pastor Gilson de Souza (PSC) – “Pessoa carismática, acessível. A vida do nosso amigo foi muito curta, mas soube aproveitar fazendo o bem, cumprindo a sua missão. Momento de refletirmos para aproveitarmos o nosso tempo, semeando coisas boas”.

Anibelli Neto (MDB) – “Que dureza. Mas temos que acreditar que existe algo maior. Bernardo foi meu amigo, meu companheiro. Um anjo, uma pessoa que estava em outro nível, pessoa com carisma, com alegria, fazendo brincadeira”.

Paulo Litro (PSDB) – “Mas o grande legado foi a união que Guarapuava vive hoje. Ele foi a principal liderança para que isso acontecesse. O Bernardo foi um amigo que a política me deu. O Paraná perde um grande político, a Assembleia perde um grande

deputado e eu perco um grande amigo”.

Tiago Amaral (PSB) – “Posso afirmar que ele construiu a história dele. Não viveu um dia sequer à sombra da bela história da família Carli. Ele foi autor da própria história, ele escolheu o próprio caminho. E fez muito bem. Não precisou mais do que 32 anos

para fazer história”.

Maria Victoria (PP) – “Ele completou a missão, com toda a simpatia e carisma. Me sinto muito honrada em ter sido amiga dele. Ele deixa muitas saudades. Pela forma como ele tratava cada um, certamente estará num lugar muito melhor”.

Pastor Edson Praczyk (PRB) – “Boas lembranças, bons momentos do jovem trabalhador, educado, de palavra. Este é um perfil de um verdadeiro político, de um político correto. E ele tinha palavra”.

Wilson Quinteiro (PSDB) - “Nos meus pensamentos, levarei sempre comigo a imagem de uma pessoa alegre, feliz, competente, trabalhadora e capaz de ver as situações adversas com grandeza”.

01/01/1970 00:33
www.nelsonjustus.com.br