Breve Breve
Curitiba
Irati
São José dos Pinhais
Guaratuba
Foz do Iguaçu
Imbituva
Matinhos
Terra Roxa
Piraquara
Piraí do Sul
Iporã
Araucária
São Pedro do Ivaí
Prudentópolis
Lapa
Antonina
Morretes
Fazenda Rio Grande
Colombo
Bocaiúva do Sul
Contenda
Jandaia do Sul
Kaloré
Ortigueira
Paranaguá
Guaraqueçaba
Cascavel
São Mateus do Sul
Apucarana
Pitanga
 
 
  Cadastre seu e-mail e receba notícias do Deputado
 

Mais Buscadas

Notícias
Imprimir Enviar Contato
CCJ aprova projeto do Executivo que organiza a Política Estadual da Pessoa Idosa

 Em sessão realizada nesta terça-feira (7), a Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Paraná aprovou o projeto de lei nº 671/2017, de autoria do Poder Executivo, deliberando sobre a Política Estadual da Pessoa Idosa. O texto define que a gestão de ações na área ficará organizada sob a forma de sistema estadual descentralizado e participativo, com o intuito de administrar de maneira compartilhada o cofinanciamento e a cooperação técnica entre o Estado e os municípios, assegurando a gestão de recursos por parte das instâncias deliberativas de direitos da pessoa idosa, de caráter permanente e paritário, entre o poder público e a sociedade civil.

Pedido de vista adiou para a semana que vem a votação do projeto de lei nº 670/2017, também originário do Executivo, dando nova redação ao artigo 1º da Lei nº 5.406/1996, para autorizar  o Poder Executivo a doar aos municípios e às organizações da sociedade civil sem fins lucrativos, veículos automotores, máquinas e implementos de terraplenagem, agrícolas e industriais, bem como outros bens classificados como materiais permanentes que, pelos órgãos técnicos competentes, sejam considerados inservíveis ou desnecessários ao serviço público.

Pela mesma razão foi adiada para a próxima sessão a votação de outro projeto do Executivo, o de nº 688/2017, promovendo alterações na Lei nº 17.734/2013, que institui o Programa Família Paranaense, destinado ao atendimento e promoção das famílias por meio da oferta de um conjunto de ações intersetoriais. Ao propor as mudanças, o Governo justifica que os cinco anos de execução do programa fizeram identificar a necessidade de adequação do texto para melhorar a sua operacionalização. Entre os pontos destacados está a inclusão dos projetos complementares AFAI (Atenção às Famílias de Adolescentes Internados por Medidas Socioeducativas) e Incentivo Família Paranaense, que já vem sendo executados pelo programa, mas necessitam de previsão em lei para que os repasses em períodos eleitorais não sejam prejudicados.

Doações e emendas – Foram aprovadas três propostas do Poder Executivo de doações de imóveis e uma de desafetação e doação de trecho rodoviário a municípios, bem como emenda a projeto também de autoria do Governo Estadual, tratando da doação de imóvel a município. Quatro emendas de plenário a projetos de origem parlamentar também foram aprovadas, duas ao projeto de lei nº 212/2016, de autoria do deputado Rasca Rodrigues (PV), disciplinando o descarte de embalagens recicláveis; uma ao projeto de lei nº 498/2016, do deputado Paulo Litro (PSDB), determinando a isenção do pagamento das taxas de inscrição em concursos públicos realizados pelo Estado aos doadores de sangue; e uma ao projeto de resolução nº 7/2017, assinado pelos deputados Claudia Pereira (PSC), Cantora Mara Lima (PSDB), Anibelli Neto (PMDB), Cristina Silvestri (PPS), Marcio Pacheco (PPL), Maria Victoria (PP) e Professor Lemos (PT), alterando o artigo 62 da Resolução nº 11/2016, que instituiu o Regimento Interno da Alep.

Propostas do TJ – Das três proposições de autoria do Tribunal de Justiça, apenas uma foi aprovada na sessão: o projeto de lei nº 623/2017, que institui a taxa para a realização de mediação, conciliação e homologação de acordos extrajudiciais no âmbito pré-processual, dos Centros Judiciários de Solução de Conflitos (CEJUSC). Pedidos de vista transferiram para a próxima semana a votação do projeto de lei nº 668/2017, que cria 331 cargos de provimento em comissão de assistente III de juiz e 48 de assistente de juiz substituto, de simbologia 1-D, nas comarcas de entrância inicial e intermediária do Poder Judiciário. O objetivo da proposta, segundo o TJ, é promover o fortalecimento da estrutura de pessoal do 1º grau de jurisdição, culminando na prestação jurisdicional mais célere, em atendimento ao preceito constitucional da razoável duração do processo.

Demais votações – Pedidos de vista adiaram a votação de duas emendas ao projeto de lei nº 542/2017, que altera dispositivos da Lei nº 14.277/2003, o Código de Organização e Divisão Judiciária. A emenda assinada pelo deputado Ademar Traiano (PSDB) visa corrigir equívoco do texto original, que trocou a data da Lei de 2003 para 2013. E emenda assinada pelos deputados Alexandre Curi (PSB), Elio Rusch (DEM), Rasca Rodrigues (PV), Gilson de Souza (PSC), Ney Leprevost (PSD), Nelson Luersen (PDT), Hussein Bakri (PSD) e Nelson Justus (DEM) revoga os dispositivos que exigem a residência fixa por parte dos representantes legais de cartório na comarca em que este estiver instalado, bem como a presença do proprietário durante todo o horário de funcionamento do órgão.

O pedido de reconsideração apresentado pelo deputado Requião Filho (PMDB) em favor do projeto de lei nº 112/2015, de sua autoria, modificando a redação de dispositivo da Lei nº 11.580/1996 e conferindo às micro e pequenas empresas, nos casos de aquisição de produtos sujeitos à substituição tributária, o direito de pagar o ICMS pela alíquota máxima a elas aplicável, tendo como base de cálculo o valor real da operação, foi rejeitado pela CCJ.

Fonte: http://www.alep.pr.gov.br

05/03/2018
« Notícia anterior
Deixe sua opinião
 
Nome:
E-mail:
Opinião:
 
 
Mais Notícias CCJ
 
10/04/2018
-
CCJ aprova emendas a projetos do Governo que criam fundos para pequena
04/04/2018
-
CCJ aprova emenda a projeto que regula poder de polícia administrativa
28/03/2018
-
CCJ aprova projeto autorizando o Executivo a contratar crédito de US$
13/03/2018
-
CCJ aprova mensagens do Governo do Estado que beneficiam pequenas e mi
05/03/2018
-
CCJ aprova projeto do Executivo que organiza a Política Estadual da Pe
27/02/2018
-
CCJ aprova projeto para ampliar direitos de alunos com Síndrome de Dow
23/12/2017
-
CCJ analisou 801 projetos de lei entre fevereiro e dezembro de 2017
29/08/2017
-
CCJ aprova emendas ao projeto que libera a venda e o consumo de cervej
11/07/2017
-
CCJ apresenta balanço de atuação na última sessão do semestre
24/08/2016
-
CCJ aprova subdivisão de projeto do Executivo que trata do Processo Ad