Breve Breve
Curitiba
Irati
São José dos Pinhais
Guaratuba
Foz do Iguaçu
Imbituva
Matinhos
Terra Roxa
Piraquara
Piraí do Sul
Iporã
Araucária
São Pedro do Ivaí
Prudentópolis
Lapa
Antonina
Morretes
Fazenda Rio Grande
Colombo
Bocaiúva do Sul
Contenda
Jandaia do Sul
Kaloré
Ortigueira
Paranaguá
Guaraqueçaba
Cascavel
São Mateus do Sul
Apucarana
Pitanga
 
 
  Cadastre seu e-mail e receba notícias do Deputado
 

Mais Buscadas

Histórico
 

1970 - Iniciou a carreira profissional como professor de Português e Direito Usual na Escola Técnica de Comércio de Plácido e Silva, onde ministrou aulas por oito anos. Formou-se em Direito pela Universidade Federal do Paraná, com curso de especialização na Faculdade de Direito de Coimbra.

1985 - Teve início a carreira política como presidente da Companhia de Habitação do Paraná. Nunca o Paraná construiu tantas casas como nesta época, com a implantação do Projeto Mutirão.

1986 - Os resultados de sua administração na Cohapar o habilitaram a assumir a presidência da Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná), onde realizou uma série de obras de infraestrutura e saneamento básico. O litoral foi beneficiado com a implantação da rede de esgotos e com a inauguração do reservatório de água em Matinhos.

1990 - Disputou a primeira eleição, concorrendo a uma vaga na Assembleia Legislativa do Paraná. Foi eleito Deputado Estadual, estabelecendo como prioridades: casas populares e saneamento.

1994 - Presidiu o Diretório Regional do PTB no Paraná de fevereiro de 1994 a março de 1998. Nesse período, o partido experimentou o maior crescimento verificado em sua história, dobrando o número de prefeitos e deputados estaduais e organizando-se em quase todos os municípios do Paraná.

1996 - Por sua liderança, foi convidado para assumir a Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico, cargo que ocupou de 22 de julho de 1996 a 04 de março de 1998. Este foi o período de maior crescimento econômico e desenvolvimento industrial registrado nas últimas décadas no Estado do Paraná. Durante os 19 meses em que permaneceu como Secretário da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico, Nelson Justus foi responsável pelas negociações e acordos que resultaram na instalação de aproximadamente 40 grandes indústrias no Paraná. Esses grandes projetos propiciaram o surgimento de pequenas e médias empresas, criadas por iniciativa de empreendedores paranaenses, que se espalharam por todo o Estado para suprir as demandas operacionais e de fornecimento das grandes industrias. Ao todo, Justus contribuiu na criação de 5.475 novas empresas, em apenas 19 meses.

1999 - No dia 02 de setembro de 1999, Nelson Justus assumiu a presidência da Assembleia Legislativa do Paraná, iniciando importantes reformas estruturais no Legislativo. Como presidente da Assembleia, democratizou a tomada de decisões no Legislativo, iniciou a completa informatização do Poder, enxugou a máquina e promoveu melhorias salariais para os funcionários da Casa.

2000 - Por sua contribuição política e administrativa para o Estado, Nelson Justus tem recebido o reconhecimento de Prefeituras Municipais, Câmaras de Vereadores e entidades empresariais. Recebeu o prêmio "Honra ao Mérito", da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), o título de "Embaixador do Desenvolvimento de Londrina", outorgado pela Companhia de Desenvolvimento de Londrina (Codel) e o título "Personalidade AECIC 2000", concedido pela Associação de Empresas da Cidade Indústria de Curitiba.

2001 - Em fevereiro, foi nomeado Secretário de Estado dos Transportes do Paraná, onde executou um programa de recuperação rodoviária do Estado. Foi eleito Presidente do Fórum Nacional dos Secretários de Estado dos Transportes em março do mesmo ano.

2002 - Em 2002 deixou a Secretaria de Estado dos Transportes para concorrer às eleições, pelo PFL, sendo eleito com 72.884 votos.

2003/2005 - No quarto mandato consecutivo como deputado estadual, Nelson Justus foi sinônimo de obras e realizações. Os prefeitos do Paraná puderam testemunhar a seriedade de suas ações como deputado municipalista. Sua incansável batalha diária na busca de recursos junto ao Governo Estadual, em prol dos municípios paranaenses, foi retribuída com o reconhecimento das mais expressivas lideranças e com o carinho da população do Paraná.

2006 - Nelson Justus foi reeleito e aprovou Emenda à Constituição que mudou a história do legislativo paranaense. A Proposta de Emenda Constitucional que deu fim ao voto secreto dos deputados tornou o processo de votação transparente. Os eleitores podem acompanhar, de maneira clara, como votam os deputados que elegeram. Outra Emenda Constitucional de extrema importância, aprovada no mesmo ano, foi a que obriga a Sanepar a fiscalizar novas construções para a liberação do habite-se. Só recebe o "habite-se" a construção que estiver correta em relação à rede coletora de esgotos. A aprovação significa água limpa e saúde para a população.

2007 - O deputado Nelson Justus assume a Presidência da Assembléia Legislativa pela segunda vez. Sua primeira ação, junto com a Mesa Executiva, foi diminuir o tempo de recesso parlamentar de 90 para 55 dias.O fortalecimento das Comissões Permanentes da Casa, mudanças no Regimento Interno para agilizar os trabalhos na Assembléia Legislativa e a organização para implantar a TV Assembléia estão entre suas ações.

2010 - No dia 2 dezembro deste ano, o deputado Nelson Justus, assumiu, no Palácio das Araucárias, o Governo do Estado do Paraná. Justus permaneceu interinamente no cargo até o dia 9, quando o governador em exercício Orlando Pessuti voltou do México, onde esteve participando da 16ª Conferência da Organização das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP16), na cidade de Cancún. Reeleito, Nelson Justus toma posse em solenidade realizada no início de 2011 para cumprir seu sexto mandato. Na cerimônia de posse, o parlamentar saudou e agradeceu o apoio de todos, fazendo um breve balanço das duas últimas gestões como presidente da Casa. Justus se elegeu presidente em 2007 e se reelegeu em 2009. Em seu pronunciamento ele destacou a implementação do fim do voto secreto; a implantação do painel eletrônico; a instalação da TV Sinal; do Portal da Transparência; a criação do ponto biométrico, que fiscaliza a entrada e saída dos funcionários do Legislativo; e a aprovação da Lei da Transparência.  

2011 -  Justus é escolhido por seus pares para presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), considerada a mais importante do Poder Legislativo. A função da CCJ é examinar as propostas apresentadas pelos deputados em seus aspectos de constitucionalidade e legalidade sem, no entanto, entrar no mérito das questões. Por seu crivo passa quase toda a produção do Poder Legislativo. Como presidente da CCJ, deputado Nelson Justus vem estabelecendo importantes mudanças no sistema de trabalho, com a finalidade de otimizar a atuação desta Comissão. Para isso, já ao assumir essa presidência anunciou aos colegas que a composição da pauta passaria a levará em conta os projetos com parecer prévio de constitucionalidade e legalidade.

2013 - Nelson Justus foi reeleito presidente da CCJ e apresentou o balanço das atividades desenvolvidas em mais de 768 proposições, sendo que desses, aproximadamente 610 tiveram parecer favorável e 126 pela rejeição do projeto. Em seu sexto mandato como deputado, Justus tem acompanhado a adesão de diversos municípios ao Plano de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios (PAM) junto ao Governo do Estado, beneficiando os municípios paranaenses com até 50 mil habitantes, reafirmando a seriedade de suas ações como deputado municipalista.