Breve Breve
Curitiba
Irati
São José dos Pinhais
Guaratuba
Foz do Iguaçu
Imbituva
Matinhos
Terra Roxa
Piraquara
Piraí do Sul
Iporã
Araucária
São Pedro do Ivaí
Prudentópolis
Lapa
Antonina
Morretes
Fazenda Rio Grande
Colombo
Bocaiúva do Sul
Contenda
Jandaia do Sul
Kaloré
Ortigueira
Paranaguá
Guaraqueçaba
Cascavel
São Mateus do Sul
Apucarana
Pitanga
 
 
  Cadastre seu e-mail e receba notícias do Deputado
 

Mais Buscadas

Notícias
Imprimir Enviar Contato
Balanço da CCJ fecha com 299 proposições discutidas e votadas ao longo do primeiro semestre de 2016

Na última sessão realizada pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa no dia 19 de julho, o deputado Nelson Justus (DEM), presidente da Comissão, fez um balanço das atividades que tiveram início no mês de fevereiro. Ao longo do período a CCJ realizou vinte e oito sessões, sendo vinte e duas sessões ordinárias e seis sessões extraordinárias, durante as quais foram discutidas e votadas 299 proposições: 197 projetos de lei de autoria parlamentar (65,89% do total), 24 mensagens do Executivo (8,03%), 3 projetos de lei do Tribunal de Justiça (1%), 2 projetos de lei do Tribunal de Contas do Estado (0,67%), 4 do Ministério Público/Procuradoria Geral de Justiça (1,34%), 1 projeto de resolução (0,33%), 5 projetos oriundos da Defensoria Pública (1,67%), 21 proposições de veto (7,02%), 40 emendas de Plenário ou das comissões permanentes (13,38%) e 2 recursos contra parecer contrário (0,67%).

A grande maioria das proposições discutidas recebeu parecer favorável. Foram 207 favoráveis que representam 69,23% do total. Outras 66 (22,07%) tiveram parecer contrário e 26 (8,70%) foram baixadas em diligência para órgãos da administração pública. Dentre os 227 projetos de lei de autoria parlamentar discutidos no período, 141 foram favoráveis (62,11%), 60 (26,43%) foram rejeitados e 26 (11,45%) foram baixados em diligência.

Segundo o deputado Nelson Justus, os números mostram a intensa atividade da comissão e a crescente qualidade das proposições apresentadas, refletida no baixo índice de projetos rejeitados. Para o segundo semestre, a previsão é que a quantidade de projetos e proposições aumente em relação ao primeiro semestre, mas os parlamentares não quiseram fazer projeções, lembrando que entre as matérias a serem votadas está o orçamento do Estado para 2017.

Fonte: Assessoria de Comunicação CCJ.

Fotos: Pedro de Oliveira - Alep.

20/07/2016
« Notícia anterior
Deixe sua opinião
 
Nome:
E-mail:
Opinião:
 
 
Mais Notícias
 
12/10/2017
-
Autorizado a construção da Ponte sobre Rio Cubatão
03/10/2017
-
Mais 9 cidades recebem recursos para seus municípios
19/09/2017
-
NELSON JUSTUS PARTICIPA DA ASSINATURA DE CONVÊNIO
08/08/2017
-
NELSON JUSTUS PARTICIPA DA ASSINATURA DE CONVÊNIO PARA ACADEMIAS AO A
31/07/2017
-
Recursos serão destinados para obras de pavimentação, compras de maqui
26/07/2017
-
Assinatura convênio Pá Carregadeira ao Município de Piên
17/07/2017
-
VISITA AO MUNICÍPIO DE MANDIRITUBA
13/07/2017
-
Terra Roxa recebe viatura para Policia Civil
12/07/2017
-
Nelson Justus visita Prefeitura de Piên
11/07/2017
-
CARROS DE BOMBEIROS SÃO ENTREGUES AOS MUNICÍPIOS DA BASE